O Fantasma Branco

O Fantasma BrancoSinopse
Dez anos se passaram desde a Batalha de Camlann, que ditou a morte de Artur
e a queda do seu império. Mas, antes da batalha final, Artur confiou o símbolo da soberania, o cálice que trouxe das Ilhas Ocidentais, a Gwenhyvar, sua rainha, uma vez que Llacheu, seu filho e herdeiro, já tinha falecido.
Durante estes dez anos, os guardas do cálice, o Clã Menestyr, indagaram sobre o paradeiro do precioso objecto. Também o fizeram os príncipes da Bretanha, homens que se consideram sucessores de Artur.
Gwenhyvar desaparece após a morte de Artur. Apenas duas pessoas têm algumas pistas sobre o seu paradeiro: o guerreiro Nai e o último dos companheiros de Artur, Bedwyr.
Nai jurou proteger Gwenhyvar dos seus inimigos. Mas, primeiro, tem de a encontrar e, para o conseguir, tem de sobreviver aos ataques dos inimigos de Gwenhyvar, que o perseguem.

Comentários

«O poder de descrição [de Patrick McCormack] é excelente [...] e a narração da vida em Albion fascinante, autêntica.» Starburst
«Um dos melhores [romances arturianos] [...] uma historia antiga que incendeia a imaginação [...] e que realmente entretém e encanta.» Western Morning News
«Um mestre da arte de contar [...] a história nele contida sempre encantará.» Interzone