O Último Companheiro

O Ultimo CompanheiroSinopse
Dez anos se passaram desde a Batalha de Camlami, na qual Artur foi assassinado.

Budoc, o eremita, aguarda pela morte na floresta sagrada, o seu mundo desmoronando-se nas trevas.

Os corsários deambulam pelas costas da Bretanha, incendiando colheitas e massacrando aldeias. Entre eles encontra-se um grupo de guerreiros irlandeses à procura de um cálice mágico.

Trinta anos antes, após a sua grande vitória no Monte Badon, Artur navegara para norte, em direcção às Ilhas Ocidentais, escondidas pela neblina, levando consigo um selecto grupo constituído pelos seus melhores guerreiros.

Ali, apoderou-se do cálice e foi declarado Imperador de Albion.

Agora, à medida que a chama da civilização diminui e as multidões entram na Bretanha, vindas de todos os lados, Budoc e um pequeníssimo grupo constituído por dois guerreiros — um rapaz saxão e uma rapariga da aldeia — devem confiar nos poderes da Floresta Sagrada e nas artes marciais dos Companheiros de Artur para se salvarem… e também no sonho de Artur sobre Albion.
 
 
 
Comentários
«Um dos melhores [romances Arturianos]… uma história que convida à imaginação… extremamente divertida e arrebatadora.» Western Morning News

«Um romance historicamente preciso e repleto de drama e de acção. Mistura engenhosamente a história e a lenda e, embora existam inúmeras obras sobre o Rei Artur, nenhuma abarca o período após a sua morte.» Tangled Web

«Excelentes personagens… Um maravilhoso livro sobre a lenda Arturiana.» Black Tears